Breaking News
Loading...
domingo, 19 de outubro de 2014

O rico possuía muitíssimas ovelhas e vacas. Mas o pobre não tinha coisa nenhuma, senão uma pequena cordeira que comprara e criara... (2 Samuel 12:2-3).


Bate-Seba, era uma mulher formosa, linda, bela e muito desejada, cujo nome significava "sétima filha" ou "filha de um juramento".
A sua beleza atraiu os olhos do rei Davi quando este se encontrava no alpendre do palácio e ela se banhava no jardim da sua casa.
Eis aí o quadro perfeito para o início de um adultério: um homem que sentiu atração por uma mulher casada e que pecou contra o Senhor.

Quando estamos em comunhão com o Senhor, conhecendo a Sua Palavra, procurando agradá-Lo, deixando-O falar ao nosso coração, podemos evitar muitos dos pecados e tentações que aparecem diante de nós. Mas quando estamos ociosos, alimentando a carne, a nossa natureza velha, não lendo a Palavra de Deus, estamos procurando sair dos caminhos do Senhor e abraçando o pecando.

Várias atitudes do rei Davi contribuíram para ele cair neste tão grande pecado:

 Ele deveria estar no campo de batalha junto com seu exército.
"E aconteceu que tendo decorrido um ano, no tempo em que os reis saem à guerra, enviou Davi a Joabe, e com ele os seus servos, e a todo o Israel... porém Davi ficou em Jerusalém" (2 Samuel 11:1).

Ele não deveria ter mandado indagar sobre quem seria aquela mulher que ele estava vendo, lá do alpendre do palácio, tomar banho.
“E mandou Davi indagar quem era aquela mulher; e disseram: Porventura não é esta Bate-Seba, filha de Eliá, mulher de Urias, o heteu? (2 Samuel 11:3).”
Há um ditado que diz o seguinte: "Não podemos evitar que um passarinho voe sobre a nossa cabeça mas podemos evitar que ele faça um ninho."

Ele não deveria ter enviado mensageiros para trazê-la até o palácio e induzi-la a adulterar com ele.
“Então enviou Davi mensageiros, e mandou trazê-la; e ela veio, e ele se deitou com ela (pois já estava purificada da sua imundícia) (2 Samuel 11:4).”

Estas séries de acontecimentos pecaminosos não pararam por aí. Davi, o homem que era segundo o coração de Deus, andava alimentando os desejos da carne e, quando soube que Bate-Seba estava grávida, ficou com medo de ser descoberto. Então, mandou Urias, marido dela, voltar da batalha e ficar em casa para dormir com sua esposa e, assim, isentá-lo desta tão grande culpa, porque caso Urias descobrisse a gravidez de Bate-Seba, o filho em seu ventre seria dado como dele. (Davi estava fugindo dos olhos do mundo, porém jamais poderia fugir dos olhos de Deus). A Bíblia, no entanto, nos diz em 2 Samuel 11:9 que "... Urias se deitou à porta da casa real, com todos os servos do seu Senhor; não desceu à sua casa."
Depois de tentar por vários meios fazer Urias ir se deitar com Bate-Seba, mas não conseguindo, Davi colocou-o na frente da batalha para que ele morresse.
Vejam em qual situação se encontrava a vida do homem que era segundo o coração de Deus:

*Por decisão própria, tornou-se um adúltero.
*Por decisão própria, tornou-se um assassino.

Aí está um homem que amava o Senhor e que era amado por Ele.
Um homem que decidiu pecar pelo simples prazer da carne, mas que foi castigado na própria carne.
Nisto tudo, aprendemos uma coisa: "Nada que se faz neste mundo é encoberto aos olhos de Deus." O pecado do rei Davi desagradou ao Senhor que enviou o profeta Natã para falar com ele. E o profeta disse ao rei:

"... Havia numa cidade dois homens, um rico e outro pobre. O rico possuía muitíssimas ovelhas e vacas. Mas o pobre não tinha coisa nenhuma, senão uma pequena cordeira que comprara e criara; e ela tinha crescido com ele e com seus filhos; do seu bocado comia, e do seu copo bebia, e dormia em seu regaço, e a tinha como filha. E, vindo um viajante ao homem rico, deixou este de tomar das suas ovelhas e das suas vacas para assar para o viajante que viera a ele, e tomou a cordeira do homem pobre, e a preparou para o homem que viera a ele" (2Sa 12:1-4).

A Bíblia ainda nos diz que Davi ficou furioso com aquele homem que praticou tamanha maldade, e disse:

"Vive o Senhor, que digno de morte é o homem que fez isso" (2Sa 12:5b).

E o profeta respondeu:

"Tu és este homem" (2Sa 12:7).

Estes versículos nos fazem pensar um pouco sobre o caráter da personagem central do nosso estudo - Bate-Seba. A Bíblia nos diz que ela era uma cordeira. E quais são as características de uma cordeira, de uma ovelha? Ela é mansa, seguidora fiel do seu dono, o pastor, calada, nada reclama. O Senhor comparou-a a uma cordeirinha, mas muitos de nós a chamamos de adúltera.

E você, amada irmã, como classificaria Bate-Seba? Adúltera ou cordeirinha?
Nós não conhecemos o coração de Bate-Seba, mas Deus "... sabe os segredos do coração" (Sal 44:21b).
Não sabemos e não podemos acusá-la de ter tomado banho no jardim de sua casa, propositalmente, para ser vista pelo rei. Como era para o rei Davi estar no campo de batalha, ficando na cidade apenas os velhos, as mulheres e as crianças, é impossível julgarmos já que a Bíblia não nos revela a intenção dela. Não podemos colocá-la no banco de réus e taxá-la de adúltera porque não existe prova suficiente para tal acusação. Eu não posso julgá-la mas Deus pode, pois só Ele conhece o coração do homem. Só Ele sabe o que aconteceu naqueles momentos.

Uma lição muito importante pode tirar de toda esta tragédia: O BANHO EXTERIOR É IMPORTANTE E NECESSÁRIO SE, JUNTO A ELE, VIER O BANHO INTERIOR - A PUREZA DA ALMA, UM CORAÇÃO PURO, SINCERO E CHEIO DE AMOR PELO PRÓXIMO.

Mesmo o Senhor tendo-a chamado de cordeira, mesmo nós não sabendo se ela foi culpada ou inocente, ela foi castigada:
Ela engravidou naquele ato de pecado em seguida, perdeu o seu marido Urias que foi morto no campo de batalha, e o mais trágico é que seu filho pagou por seus erros: ele morreu ainda recém-nascido.

Mas, apesar de ambos terem ido por caminhos que desagradaram a Deus, a Bíblia nos diz que Davi se reconciliou com o Senhor e o Seu perdão veio para os dois, pois, mesmo perdendo o filhinho que foi fruto do pecado de ambos, eles foram abençoados com outro filho, Salomão, "o amado do Senhor".  Deus perdoou e abençoou Bate-Seba, transformando-a na esposa do rei Davi e lhe dando um filho, Salomão, que se tornou rei de Israel.


Irmãos, veja o perdão maravilhoso de Deus... Ele não apenas a perdoou, como lhe deu um filho que se tornou rei e foi ascendente de Jesus.
Veja como estas palavras do Senhor ressoam como um bálsamo na nossa alma:
"... porque lhes perdoarei a sua maldade, e nunca mais me lembrarei" (Jer 31:34).

Nós quando pecamos temos também que fazer a nossa parte. Temos que pedir perdão a Deus, assim como fez o rei Davi que disse:
"Porque eu conheço as minhas transgressões... Cria em mim, ó Deus, um coração puro... Torna a dar-me a alegria da Tua salvação" (Sal 51:3,10,12).

Nosso Deus, é um Deus amoroso e fiel que perdoa os nossos pecados, por mais terríveis que eles sejam.  E quem nos dá esta certeza é a própria Palavra de Deus:
"Porque serei misericordioso para com sua iniquidade, e de seus pecados e de suas prevaricações não me lembrarei mais" (Heb 8:12).


Que possamos estar atentas à voz do Senhor e possamos andar nos caminhos perfeitos que Ele coloca diante de nós.

Fique com a paz do Senhor


Sandreanny Crystine  


0 comentários:

Postar um comentário

Você tem plena liberdade para comentar. Só siga algumas regras:

NÃO serão aceitos comentários que:

→ Forem desagradáveis ou conterem insultos e xingamentos;
→ Desviarem do assunto;
→ Contiverem LINKS, SPAM, endereços eletrônicos;
→ Usarem CAPS em excesso;
→ Conterem racismo, preconceito e intolerância religiosa.
→ Eu peço aos meus leitores que se inscrevam no blog, na opção "Participar deste site'', para que o avatar de vocês
apareça quando vocês fizerem seus comentários.
Não estou mendigando seguidores é só um pequeno aviso.