Breaking News
Loading...
segunda-feira, 15 de setembro de 2014

"A capacidade de discernir entre o que podemos e o que não podemos, é dada unicamente pela confiança individual em Deus. Cada um deve aprender por si, com auxílio dEle, mediante a Sua Palavra. A nossa capacidade de raciocinar foi-nos dada para que a usemos, e Deus quer que seja exercitada." (Palavras do escritor E. G. White)
Dominado pelo pecado, o homem faz com que todas as suas criações contribuam para a sua morte e destruição espiritual, pois a maldade está no coração dos homens e não em suas criações.

A tecnologia não é mais do que um instrumento que pode, e deve, ser usado pelo crente, pois somos mantidos no mundo para que possamos nos comunicar com os demais homens (Mc. 16:15), anunciando a melhor notícia que o homem pode receber: que Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna. (Jo. 3:16).
O que devemos perceber é que nenhum meio de comunicação é mau em si mesmo. Muito pelo contrário, como o próprio nome diz, ele é apenas um meio que não traz nem bem nem mal. A maldade não se encontra no meio de comunicação, seja ele qual for: televisão, internet, celular e etc., mas sim no coração do homem que a utiliza (Mt. 15:10-20). 
Se deixarmos os meio de comunicação (a tecnologia) nas mãos do adversário, estaremos trazendo grandes obstáculos à evangelização. Um exemplo de utilização da tecnologia a serviço da Igreja e da Evangelização é o que vai ser feito em Nossa Senhora de Nazaré, cidade com menor percentual de evangélicos do Piauí, onde serão passados vídeos e filmes bíblicos para a população, com o intuito de promover uma aproximação entre nós e os moradores da região.
O cristão não pode esquecer: que está no mundo embora não pertença a ele (Jo. 17:11-14). Portanto não devemos nos isolar e sim influenciá-lo usando todos os meios de comunicação possíveis para divulgar o sacrifício de Jesus Cristo para a nossa salvação, a sua ressurreição e a sua volta para o arrebatamento da Igreja.
 

0 comentários:

Postar um comentário

Você tem plena liberdade para comentar. Só siga algumas regras:

NÃO serão aceitos comentários que:

→ Forem desagradáveis ou conterem insultos e xingamentos;
→ Desviarem do assunto;
→ Contiverem LINKS, SPAM, endereços eletrônicos;
→ Usarem CAPS em excesso;
→ Conterem racismo, preconceito e intolerância religiosa.
→ Eu peço aos meus leitores que se inscrevam no blog, na opção "Participar deste site'', para que o avatar de vocês
apareça quando vocês fizerem seus comentários.
Não estou mendigando seguidores é só um pequeno aviso.