Oito coisas sobre anjos e demônios na Bíblia



Decidi fazer essa postagem um tanto intrigante, após assistir alguns vídeos no YouTube intitulados de "Biblically Accurate Angels", que traduzido do inglês seria mais ou mesmo "Anjos Biblicamente Acurados (ou Precisos). Óbvio que haviam memes entre vídeos com questões sérias, e após muito pesquisar, decidi trazer um artigo de um site gringo, sobre o devido assunto que tanto martelou em minha mente.

Talvez, o que está impregnado na cultura popular sobre a aparência angelical (sobre anjos terem cachos dourados, belas asas nas costas, ou serem representados por bebês), possa não ser a concepção correta.

O texto a seguir foi traduzido e adaptado por Miss Medeiros (eu) do site overviewbible.com, e pode ser que contenha alguns errinhos, pois meu inglês é água com açúcar. O artigo deu muito trabalho, e espero que ao menos gostem. Aconselho também que leiam munido de uma Bíblia, pois haverão muitas passagens bíblicas e não listarei todas.


     Anjos e demônios (e o mundo espiritual em geral) são fascinantes. 

Mas às vezes é difícil separar o que a Bíblia diz das tradições e conhecimentos que aprendemos ao longo do caminho.

Ouvimos muitas coisas estranhas sobre anjos que não aparecem em nenhum lugar da Bíblia. Por exemplo, a Bíblia não diz que nos tornamos anjos quando morremos 一 isso seria uma vida maravilhosa.

Mas, por outro lado, há algumas coisas ainda mais estranhas que a Bíblia FALA sobre anjos e demônios que nunca ouvimos na escola dominical. Por exemplo, você já ouviu falar de querubins e serafins 一 mas, e o demônio bode visto em Levítico 17: 7?

Eu estava curiosa para saber que tipo de anjos a Bíblia afirma existir. Então, em uma tarde chuvosa de domingo, fiz esta lista de todos os anjos e demônios que a Bíblia menciona. Provavelmente não preciso dizer que teria demorado muito mais tempo sem o Logos Bible Software. (é um aplicativo bíblico, jabá da postagem original que optei por deixar).

Aviso: algumas dessas coisas provavelmente vão soar estranhas.

Vamos fazer um tour por alguns dos tipos específicos de anjos que a Bíblia menciona. Não vou perder tempo com “anjos” ou “demônios” como categorias gerais 一 esta lista enfoca especificamente as categorias de seres divinos (excluindo a trindade e os ídolos) que a Bíblia menciona.

1. Demônios com forma de cabra/bode.
Alinhamento: mal


Vamos tirar o mais estranho do caminho primeiro. Uma passagem obscura em Levítico menciona “demônios de cabra” ou “ídolos de cabra” 

E nunca mais oferecerão os seus sacrifícios aos demônios, após os quais eles se prostituem; isto ser-lhes-á por estatuto perpétuo nas suas gerações. ( Levítico 17: 7)


 E eu não sei do que se trata.

Mas os judeus estabeleceram uma conexão entre esses “demônios bodes” e a figura demoníaca de Azazel - um anjo caído vilão do livro de 1 Enoque.

Essa conexão vem de uma passagem próxima em Levítico 16 , onde o ritual do Dia da Expiação está sendo planejado para o povo seguir. O Senhor disse a Moisés que um bode deveria ser abatido e outro enviado para o deserto. O versículo real é lido assim na maioria de nossas Bíblias:

“E Arão lançará sortes sobre os dois bodes; uma pelo Senhor, e a outra pelo bode emissário.” ( 
Levítico 16:8)

Mas a palavra hebraica traduzida como “bode emissário” nesta passagem é azazel, e há uma boa razão para acreditar que é um nome (assim como “Yahweh” é um substantivo próprio traduzido “SENHOR”). O Dr. Mike Heiser tem mais algumas ideias sobre esta passagem aqui, e ainda mais ideias sobre isso em seu livro, The Unseen Realm .*


2. Serafim
Alinhamento: bem


A Bíblia menciona serafins apenas duas vezes, ambas na grande visão do Senhor de Isaías no templo em Isaías capítulo 6. 

“No ano em que morreu o rei Uzias, eu vi também ao Senhor assentado sobre um alto e sublime trono; e a cauda do seu manto enchia o templo.
Serafins estavam por cima dele; cada um tinha seis asas; com duas cobriam os seus rostos, e com duas cobriam os seus pés, e com duas voavam.
E clamavam uns aos outros, dizendo: Santo, Santo, Santo é o Senhor dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória.” (Isaías 6:1-3)

Só podemos discernir algumas coisas sobre os serafins nesta passagem:

Isaías vê serafins servindo na presença do trono de Deus no templo.
• Os serafins têm seis asas. Duas são usadas ​​para cobrir o rosto, duas para cobrir os pés e duas para voar.
• Os serafins têm mãos.
• Os serafins proclamam a santidade de Deus uns aos outros.
• Pelo menos um serafim desempenha um papel no perdão de seu pecado a Isaías.

“Serafim” geralmente é definido como “os que queimam”. Nas poucas outras vezes que a raiz hebraica da palavra (serap) aparece, é em referência às "serpentes de fogo" que Deus enviou para julgar os filhos de Israel no deserto (Números 21: 6 , Deuteronômio 8:15) ou " serpentes voadoras”que Isaías fala sobre em dois de seus capítulos (Isaías 14:29 e Isaías 30: 6).

3. Querubins

Alinhamento: bem


Querubins (“querubim” singular) aparecem com um pouco mais de frequência na Bíblia 一 e muito antes. Eles são mencionados 33 vezes na Bíblia, e apenas no Antigo Testamento.

As descrições mais vívidas dos querubins vêm do profeta Ezequiel.

Os querubins parecem ter várias faces, mas as faces variam em número e natureza. No entanto, querubins com faces múltiplas parecem ter faces de criaturas diferentes no mesmo corpo:

• Quatro faces: homem, boi, leão e águia (Ezequiel 1:10)

 E a semelhança dos seus rostos era como o rosto de homem; e do lado direito todos os quatro tinham rosto de leão, e do lado esquerdo todos os quatro tinham rosto de boi; e também tinham rosto de águia todos os quatro.

• Quatro faces: querubim, homem, leão e águia (Ezequiel 10:14)

E cada um tinha quatro rostos; o rosto do primeiro era rosto de querubim, e o rosto do segundo, rosto de homem, e do terceiro era rosto de leão, e do quarto, rosto de águia.

• Duas faces: homem e leão (Ezequiel 41: 18-19)

E foi feito com querubins e palmeiras, de maneira que cada palmeira estava entre querubim e querubim, e cada querubim tinha dois rostos,

A saber: um rosto de homem olhava para a palmeira de um lado, e um rosto de leãozinho para a palmeira do outro lado; assim foi feito por toda a casa em redor.


Nota: Ezequiel está descrevendo uma decoração esculpida em uma visão, então é possível que os querubins sejam simplesmente esculpidos de tal forma que o observador só consiga ver duas das quatro faces .

• Os querubins têm uma forma geralmente humanoide (Ezequiel 1: 5)

• Os querubins têm pernas rígidas com pés de bezerros (Ezequiel 1: 6)

• Os querubins têm mãos humanas, possivelmente quatro delas (Ezequiel 1: 8)

• Os querubins têm quatro asas, duas das quais cobrem seus corpos (Ezequiel 1:11)

• Os querubins são acompanhados por misteriosas "rodas giratórias" ( Ezequiel 10: 9-11 , 13 )

Há muitos mais detalhes que eu poderia dar aqui, mas você deve ler as descrições de Ezequiel por si mesmo nos capítulos 1 a 10 de Ezequiel.

A Escritura também mostra responsabilidades específicas dadas a alguns querubins:

• Querubins guardam as coisas: Quando Deus expulsa Adão e Eva do Éden, ele posiciona um querubim com uma espada flamejante para guardar o caminho para a árvore da vida 

E havendo lançado fora o homem, pôs querubins ao oriente do jardim do Éden, e uma espada inflamada que andava ao redor, para guardar o caminho da árvore da vida. (Gênesis 3:24)


• Querubins apoiam o trono de Deus: Nas visões de Ezequiel, o trono de Deus repousa sobre os querubins. Os antigos hebreus descreveram Deus como “entronizado acima dos querubins” (2 Reis 19:15 ; Salmos 18:10 ;  Isaías 37:16 , etc.). No entanto, nem toda descrição do trono de Deus inclui querubins. Daniel vê que o trono do Ancião de Dia simplesmente tem rodas em chamas (Daniel 7: 9 ), sem nenhuma nota de querubins apoiando-o. 

Nota: duas figuras de querubins dourados foram anexadas à arca da aliança. Leia em Êxodo 25: 18–22.

• Querubins desempenham um papel no julgamento. Em Ezequiel 10 , um querubim entrega uma brasa para outro personagem na visão de Ezequiel que acabou de massacrar os moradores desobedientes de Jerusalém.

O diabo era originalmente um querubim? O manuscrito de Ezequiel contra o rei de Tiro às vezes é interpretado como um relato da queda de Satanás da glória (Ezequiel 28: 11–19 ). Não estou convencida dessa interpretação, mas é uma visão tão popular que provavelmente deveria abordá-la aqui. Deus por meio de Ezequiel diz que este “rei de Tiro” era “o querubim ungido que cobre”, alguém que esteve no “monte santo de Deus”.



4. Arcanjo
Alinhamento: bem

Há apenas um personagem na Bíblia chamado de arcanjo, e esse personagem é Miguel . Não sabemos muito sobre os deveres específicos que os arcanjos desempenham, nem sabemos quantos eles são.

“Arco-” significa “chefe”, e o livro de Daniel chama Miguel de “príncipe chefe” (Daniel 10:13 ; 12: 1). Portanto, é possível que os arcanjos estejam um grau acima do próximo tipo de ser angelical: os príncipes.

Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu vinte e um dias, e eis que Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu fiquei ali com os reis da Pérsia. (Daniel 10:13)


E naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro. (Daniel 12:1)


5. Príncipes

Alinhamento: bem e mal


Vemos apenas bons serafins. Querubins também parecem bons (a menos que Satanás seja um querubim, é claro). Mas há um tipo de ser sobrenatural que vemos em ambos os lados da guerra celestial: os príncipes.

Não sabemos muito sobre príncipes angelicais ou demoníacos. Mas vemos uma conversa entre o sábio Daniel e um anjo sobre o assunto no décimo capítulo de Daniel.

Nesta passagem, um anjo tem uma mensagem para Daniel que deve ser entregue rapidamente. Mas uma figura adversária conhecida apenas como Príncipe da Pérsia está no caminho desse anjo. Este príncipe bloqueia o anjo por três semanas, até que o arcanjo Miguel intervém. Isso dá ao anjo tempo suficiente para apressar sua mensagem a Daniel antes de retornar à luta.

O anjo menciona três príncipes específicos:

• O Príncipe da Pérsia (Daniel 10:13)

• O Príncipe da Grécia (Daniel 10:20)

• E Miguel, um “príncipe chefe” que guarda sobre Israel. (Daniel 10:13; 12: 1)

Pelo menos algumas nações parecem ter príncipes sobrenaturais sobre elas. Não sabemos o que significa ser um príncipe, nem quais são as responsabilidades específicas. Porém, parece que no tempo de Daniel havia muitos conflitos entre os príncipes. O príncipe da Pérsia não pede o anjo para entregar sua mensagem a Daniel, e apenas o arcanjo Miguel está disposto a intervir para ajudar o mensageiro.

Talvez, a coisa mais intrigante que a Bíblia nos diz é que, embora o conflito entre os príncipes seja violento o suficiente para interferir nas mensagens de Deus ao seu profeta, o conflito não parece envolver todo o exército celestial. O anjo que fala com Daniel diz a ele que nenhum outro anjo está firmemente contra os outros príncipes 一 apenas Miguel.

Nota da tradutora: chocada ao descobrir que Príncipe da Pérsia refere-se a um demônio. E existe um jogo e um filme com este mesmo nome... 😐


6. Reis

Alinhamento: mal

Ainda estamos em Daniel 10 . Lembra-se de como o Príncipe da Pérsia estava contra o anjo de Daniel? Bem, ele não estava sozinho. O Príncipe da Pérsia é acompanhado pelos “reis da Pérsia”. (Daniel 10:13)

Não sei por que haveria um príncipe e vários reis. É possível que os príncipes superem os reis na hierarquia celestial 一 ou talvez esse Príncipe da Pérsia fosse um lutador premiado no campo de batalha e os reis da Pérsia fossem o grupo de cérebros estratégico. Poderíamos especular sobre isso o dia todo.


7. Governantes, principados, potestades, etc.
Alinhamento: mal

O povo do Novo Testamento acreditava que havia forças espirituais em ação que tinham certo grau de poder sobre nosso mundo físico e também sobre o mundo espiritual.

Por exemplo:

• Os fariseus menosprezam Jesus, dizendo que ele expulsa demônios pela autoridade do “governante dos demônios” (Mateus 9:34 ; Marcos 3:22 , Lucas 11:15). Nota: em algumas traduções e versões atualizadas, a palavra que usam é "príncipe dos demônios", e mais uma vez, vemos os príncipes aqui.

• Jesus se refere a "o governante deste mundo" como alguém que não tem nada a ver com ele (João 12:31 ; 14:30 ; 16:11)

• Jesus profetiza que “os poderes do céu serão abalados” quando ele retornar (Mateus 24:29 ; Marcos 13:25 ; Lucas 21:26)

• Paulo acredita que a luta da igreja é contra os governantes e as forças das trevas “nos lugares celestiais” (Efésios 3:10 ; 6:12).

Paulo fez várias listas de oponentes espirituais que podem ser demoníacos ou estar sob influência demoníaca. Ele se refere a governantes, autoridades, principados, tronos, domínios, poderes, nomes e forças mundiais (Romanos 8:38 ; Efésios 1:21 ; Colossenses 1:16).

É interessante notar que, embora Paulo acredite que a igreja está em guerra com os governantes e principados e potestades no reino espiritual, ele freqüentemente confunde as forças espirituais com as físicas ao descrever a supremacia de Cristo. Lembra-se de como em Daniel 10, cada príncipe e rei parecia representar um determinado grupo de pessoas?

Os autores da Bíblia parecem acreditar que há mais coisas em ação nas estruturas de autoridade humana do que meros humanos.


8. Seres viventes
Alinhamento: bem

João, o Revelador, tem uma visão da sala do trono celestial em Apocalipse, capítulo 4, e em vez de querubins ou serafins, ele vê quatro “seres viventes” ao redor do trono.

Essas criaturas parecem combinar os atributos dos serafins e dos querubins 一 o que é interessante, pois João deveria estar familiarizado com as visões de Deus sentado em seu trono tanto de Isaías quanto de Ezequiel.

Como os querubins, os seres viventes parecem um homem, um boi, uma águia e um leão. São quatro em número e cheios de olhos. Os seres viventes também desempenham um papel na administração dos julgamentos de Deus na terra.

     “Então um dos quatro seres viventes deu aos sete anjos sete taças de ouro, cheias da ira de Deus, que vive para todo o sempre.”  (Apocalipse 15:7)


Ao contrário dos querubins (que possuem quatro faces), os seres viventes parecem ter um rosto cada. Em vez de todos os quatro terem o rosto de homem, boi, leão e águia, um ser vivente se parece com um homem, e a outra, assemelha-se a um boi, etc. (nota da tradutora: não sei por qual razão, mas quando li essa menção, recordei-me da aparência Esfinge). Também não há alusão daquelas rodas que zumbem, como vistas em Ezequiel 1 (olhem a imagem que abrem o artigo, e verão a tal roda que zumbe).

Como os serafins, os seres viventes têm seis asas cada e nunca cessam de proclamar a santidade de Deus. Ao contrário dos serafins, temos uma descrição física mais completa dos seres viventes!



E quanto aos anjos da guarda?

Tudo bem... a Bíblia não é muito clara neste caso.

Jesus adverte que as crianças têm anjos que estão diante de Deus, o Pai, contudo é um aviso contra fazer com que as crianças tropecem. Pode significar que na época de Jesus, as criancinhas recebiam atenção especial dos anjos. Mas a mensagem de Jesus parece ter mais a ver com o problema profundo em que você estará se mexer com essas crianças do que com os anjos que as protegem.

Há uma outra passagem que indica que pode haver anjos designados para cuidar de humanos específicos. Quando Pedro foge da prisão no livro de Atos, ele vai para uma casa próxima onde um grupo de crentes está reunido. Uma garota atende a porta e vê Pedro do lado de fora, e antes de deixá-lo entrar, anuncia ao grupo que Pedro está fora da prisão e suas orações são atendidas. O grupo inteiro acha que a menina é louca, e insiste que ela está apenas vendo o anjo de Pedro... O que é estranho, porque um anjo que libertou Pedro da prisão.


Quando ele bateu à porta da frente, uma menina, chamada Rode, foi ver quem era.
Reconhecendo a voz de Pedro, ficou tão alegre que nem o fez entrar, mas voltou correndo para anunciar que Pedro estava à porta.
Então os outros disseram: — Você ficou louca! Ela, porém, persistia em afirmar que era verdade. Então disseram: — É o anjo dele.
Enquanto isso, Pedro continuava batendo. Quando abriram a porta, viram-no e ficaram admirados.” (Atos 12:13-16)


Isso significa que Pedro e as crianças receberam anjos específicos designados a eles? Meu palpite é que não é o caso. Se cada ser humano tivesse um guardião pessoal poderoso acompanhando-os, eu pensaria que essas informações importantes seriam abordadas um pouco mais de frente no Novo Testamento. Paulo pode ter mencionado algo quando ele estava falando sobre a armadura de Deus. Mas essa é apenas minha opinião. Quando se trata das Escrituras, não tenho certeza se há material suficiente para confirmar ou negar a ideia de anjos da guarda para humanos individuais.



*The Unseen Realm: Recovering the Supernatural Worldview of the Bible, foi um livro escrito pelo Dr. Michael Heiser, em março de 2015, e até o momento não existe cópias traduzidas em português.



Enfim, espero que tenham gostado. Essa postagem deu muito trabalho e aprendi várias coisas enquanto traduzia.


Até a próxima.


Por: Miss Medeiros.


Comentários

Postagens mais visitadas