Breaking News
Loading...
quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Continuação do Estudo:

Ao contrário do que você e o espiritismo afirmam, não há na Bíblia entrelinhas com idéias de reencarnação. Aliás, existe até uma afirmação categórica da vida única que temos neste mundo:
Heb 9:27 E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disso, o juízo,
Heb 9:28 assim também Cristo, oferecendo-se uma vez, para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para a salvação.
Livre-se dos dogmas espíritas!
A idéia de dizer que há dois mil anos as pessoas eram imaturas para compreender a reencarnação não procede. Muitos povos da época já acreditavam em reencarnação, como é o caso das religiões da Índia e do oriente.A questão é que Jesus nunca ensinou coisa alguma sobre reencarnação por esta não existir.


Então os povos daquele época criam em reencarnações porque eram ignorantes? Alegar ignorância em uma população por ter vivido há dois mil anos é chamar de imaturos os gregos que nos legaram seus ensinamentos de como organizar uma sociedade, ou desprezar o fato de que hoje somos uma república por causa deles (primeiro por Platão, depois pelos romanos). Temos um sistema legal baseado no direito romano, do mesmo império de há 2 mil anos. Até hoje nossos "sábios modernos" se vêem em papos de aranha para descobrir como os egípcios de há 4 mil anos fizeram o que fizeram.
Enfim, considerar os povos antigos imaturos é uma atitude no mínimo pretensiosa e que revela falta de humildade. Eu não me acho nem um pouco mais inteligente ou maduro do que qualquer personagem que encontramos na história antiga. Muito pelo contrário, sinto-me pequeno diante da capacidade intelectual deles.
Você usa a passagem da transfiguração para embasar suas idéias sobre reencarnação, mas a transfiguração não é uma reencarnação: Elias e Moisés estavam ali, eles mesmos, glorificados como estarão os salvos por toda a eternidade, e não espíritos reencarnados em outros corpos nascidos nos tempos de Jesus.
Se pudermos usar uma concepção moderna para o que aconteceu ali, está mais para uma brecha aberta no tempo do que para qualquer idéia de reencarnação. Os três discípulos (Pedro, Tiago e João) contemplaram uma cena atemporal (o tempo deixará de existir na eternidade) e viram Cristo glorificado junto aos que são dele. É por isso que um pouco antes Jesus disse que alguns dentre os discípulos não passariam pela morte antes que vissem o reino:
Mar 9:1 Dizia-lhes também: Em verdade vos digo que, dos que aqui estão, alguns há que não provarão a morte sem que vejam chegado o Reino de Deus com poder.
Mar 9:2 E, seis dias depois, Jesus tomou consigo a Pedro, a Tiago e a João, e os levou sós, em particular, a um alto monte, e transfigurou-se diante deles.

Elias estava morto há séculos quando o Mestre fala isso. É claro como o sol!
Não tão claro assim. A idéia do espiritismo de que João Batista fosse Elias reencarnado tem alguns furos. O primeiro é o fato de Elias não ter morrido, mas subido ao céu com corpo e tudo.
2Rs 2:11 E sucedeu que, indo eles andando e falando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro; e Elias subiu ao céu num redemoinho.

A insistência em criar uma teoria assim tropeça até na própria declaração de João Batista, quando lhe perguntaram se era Elias:

Joã 1:21 E perguntaram-lhe: Então, quem és, pois? És tu Elias? E disse: Não sou. És tu o profeta? E respondeu: Não.
Cabe aqui sua própria expressão: "Com o perdão da palavra, só um fanático não enxerga o óbvio nesta passagem."
Porque Deus existe é que essas coisas acontecem. Explico: o que a Bíblia diz? Que Deus criou o homem e quis dar a ele tudo o que havia de bom e de melhor. Pergunto: o homem quis? Não, o ser humano quis ser dono de seu destino, quis ser conhecedor do bem e do mal, quis mandar no próprio nariz.
Tudo o que vemos ao redor nada mais é do que a confirmação de que Deus estava certo e o homem estava errado quando Deus disse "se dela (do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal) comerdes, morrereis". Toda a maldade do mundo é prova de que Deus existe e estava certo e o homem errado.

O que se poderia esperar de um mundo que, quando o Filho de Deus desceu aqui na forma humana, o pregou numa cruz? A pergunta não deve ser "Por que Deus permite tanta atrocidade no mundo?", mas "Por que Deus ainda não desistiu de salvar o ser humano?".
O resto da história você conhece, ou seja, de como Deus providenciou uma saída para aquele que crê poder ser salvo e ter seu lugar garantido no céu. Enquanto isso o mundo continuará jazendo no maligno, sob o domínio de seu príncipe que é o diabo, e toda sorte de atrocidades continuará a ser cometida. E uma delas é crer que irá voltar em um novo corpo. Pobre coitado!

CONCLUSÃO

Allan Kardec estabeleceu que, para uma doutrina tornar-se reconhecidamente espírita, é preciso que seja ela ensinada com o consenso de todos os espíritos: "O caráter essencial desta doutrina, a condição de sua existência, está na generalidade e concordância do ensino". Ora, justamente na doutrina mais difundida entre os espíritas não existe tal generalidade e concordância. Isso é declarado pelo próprio Allan Kardec, que disse: De todas as contradições que se observam nas comunicações dos espíritos, uma das mais chocantes é aquela relativa à reencarnação, como se explica que nem todos os espíritos a ensinam?" Perguntamos: De quem é o ensino sobre a reencarnação? De AK ou dos espíritos? Considerando que não há unanimidade em tal ensino, ele só pode ser de AK, e não dos espíritos. Logo, deve ser rejeitado o ensino de AK sobre a reencarnação. Melhor dizendo, dos demônios (1Tm 4.1;1Jo 4.1).

Abram os olhos enquanto a tempo. Rejeite estas doutrinas errôneas que só estão te afastando do coração do Pai. Reveja teus conceitos e veja que a Palavra de Deus não é mentirosa, mas, o homem, sim, este é mentiroso e falho! Abra os braços para Jesus e rejeite qualquer dogma que não seja preceito bíblico. Deixo aqui minha mensagem... Fiquem na paz!

0 comentários:

Postar um comentário

Você tem plena liberdade para comentar. Só siga algumas regras:

NÃO serão aceitos comentários que:

→ Forem desagradáveis ou conterem insultos e xingamentos;
→ Desviarem do assunto;
→ Contiverem LINKS, SPAM, endereços eletrônicos;
→ Usarem CAPS em excesso;
→ Conterem racismo, preconceito e intolerância religiosa.
→ Eu peço aos meus leitores que se inscrevam no blog, na opção "Participar deste site'', para que o avatar de vocês
apareça quando vocês fizerem seus comentários.
Não estou mendigando seguidores é só um pequeno aviso.