Breaking News
Loading...
sábado, 8 de fevereiro de 2014

O que significa "Mundanismo"? Segundo o dicionário é:
s.m. Vida mundana; vida de quem só pensa em divertir-se e gozar.
E o dicionário está certo.
Mundanismo é o apego e afeição demonstrados aos prazeres nas coisas oferecidas pelo sistema mundo. Para o homem mergulhado no pecado o mundanismo é um lago de delícias. Mas para quem serve a Deus é um pântano escorregadio de quedas, desgraças e prejuízos um após outro. O mundanismo é um império no qual está jazido o diabo. Fazer-se amigo (segundo a Bíblia Sagrada, é afeiçoado) do sistema mundo é se entrelaçar, se entranhar na mentalidade, no modo de pensar e agir, do diabo. Uma imitação indireta, e assim uma inimizade contra Deus. O mundanismo culmina na declaração de incredulidade, ainda que não seja verbalizada.


Mundanismo já foi uma palavra que causou repulsa e desavenças. Hoje parece estar familiarizada na vida prática e nos labirintos de muitas mentes deste tempo. Dizer que alguém é mundano já foi uma ofensa, hoje desgraciosamente é semelhante a um elogio comum. Mundanismo agora se tornou um estilo de vida ditado, dirigido e regido pela satisfação de se estar apegado às coisas materiais e prazeres do mundo.

A narrativa sobre a mulher de Ló é uma forte advertência para cada um de nós. Gn 19.14-26. Sua história é um exemplo verídico, e Jesus o Filho de Deus a citou e sobre ela nos recomendou exortando: “lembrai-vos da mulher de Ló”. Lc 17.32. Desprezar as advertências do Senhor Jesus é fazer pouco caso das orientações de Deus para a nossa vida. Dentre outras coisas que a narrativa quer nos ensinar, está  traduzida a sua desobediência e o mundanismo ocultado em seu coração embutidos no seu ato de curiosidade em olhar para trás. O mundanismo reflete em terríveis custos que deságuam em alguns prejuízos por muitas vezes, com perdas drásticas.

1 - O prejuízo de perder  a oportunidade de reconstruir. 
O mundanismo ocultado em seu coração causou o prejuízo de torná-la conformada a situações que pouco lhe incomodavam a alma, e faze-la perder a visão de reconstrução de vida juntamente com sua família em outro lugar. O mundanismo tem a capacidade de obscurecer a visão de uma pessoa para as suas reais necessidades espirituais. O mundanismo escraviza, mas também cega e desorienta e desequilibra quem a ele se coaduna. Não devemos perder a oportunidade de reconstrução que Deus nos oferece e presenteia.

2 - O prejuízo de perder a nova oportunidade de ser feliz.
 Deixar para trás os dias conformados com a rotina familiar e costumeira do convívio com os ambientes de desgraças mundanas circundantes do local onde vivia parecia lhe ser um sacrifício. Virar as costas e sair em direção à nova oportunidade de ser feliz sem passar um olhar para trás seria um sacrifício para a mulher de Ló. Não devemos trocar as novas oportunidades de ser feliz em Cristo por ilusões ofertadas pelo mundanismo.

3 - O prejuízo de perder o precioso favor do poder de Deus. 
Uma das coisas que jamais podemos deixar passar e muito menos perder é o imenso favor do poder de Deus em nos guardar e nos guiar. O favor de Deus está graciosamente a nos causar benefícios imerecidos. Deus se importa conosco, e nesse interesse Ele move o bom favor de Sua mão com o Seu poder, a fim de nos livrar e nos conduzir a verdes pastos. Não devemos trocar o favor de Deus pelas forças fascinantes do mundanismo.

4 - O prejuízo de perder novo lar.
 A vida de abusos e excessos afundados no pecado tornou os ambientes da cidade em antros de miséria moral e espiritual para pessoas e grupos habitantes e visitantes daquele lugar. Os lares acostumados em ver as suas ruas e praças tracejados e pontilhados pela desgraça dos pecados da sodomia, da prostituição e do homossexualismo, já haviam sido oprimidos pelo hábito vil do mundanismo. Quando o homem perde a visão de temor e reverência a Deus, com ele também são, quando não perdidos, mas minados todos os demais valores de sua vida. Um novo lar, novos ares, uma nova vida, são tudo que uma mulher precisa para fazer sua vida decolar e tomar as alturas em novos rumos. E Deus estava dando a oportunidade de um novo lar, novos ares, uma nova vida, para a mulher de Ló. Pena que o mundanismo lhe fez perder fatalmente essa oportunidade que lhe fora ímpar.

5 - O prejuízo de perder o galardão eterno.
 O ato de olhar para trás revelou o seu apego ao mundanismo deixado para trás. E com esse olhar curioso demonstrando o seu apego, ela trouxe para si a conseqüência de ser transformada em uma estátua alva de sal. Ela perdeu para sempre o que teria junto ao seu marido, à sua família, aos seus parentes, etc. O ato de ser transformada em uma estátua de sal fala de paralisação seguida por uma conseqüente destruição ao passar do tempo. Isso nos lança luz sobre a perda fatal do galardão eterno. Não devemos abrir brechas para que o mundanismo nos faça perder o nosso galardão eterno.

Perceberam como quem é mundano, só tem a perder e não a ganhar? Quem tem uma vida mundana, está sempre a beira de um precipício...

Um gesto de dúvida, uma atitude incrédula e um comportamento desrespeitoso para com a voz de Deus foram suficientes para fazer sucumbir a pessoa e fazê-la perder fatalmente as oportunidades de reconstruir, de ser feliz, de ter aproveitado o favor de Deus para si junto aos seus, de ter um novo lar, assim como de te-la levado à perda fatal de seu galardão eterno. Geralmente o mundano se assemelha ao bêbado - não percebe a sua embriaguez e nem admite ser vítima voluntária dele.
Tal qual a rã sendo cozida lentamente na fervura crescente da água ao fogo, há muita gente perdida, presa e iludida na lama do mundanismo. Há muita gente que se dizendo “dona de si mesma” não está percebendo sua prisão nas águas ferventes do mundanismo vestido conforme os gostos que atraem. O mundanismo engana, ilude, cativa, aprisiona, torna o mundano semelhante ao louco e espiritualmente insensível,  e por fim causa perdas e prejuízos fatais em todas as áreas da vida de uma pessoa.
 
Não permitamos, portanto, que o mundanismo nos abrace. Jamais deixemos que as ilusões do mundanismo nos fascinem. Não nos deixemos ser atraídos pelas forças e fantasias do império do mundanismo. Viver a vida é bom, e saber usar suas coisas como nos orienta a Sagrada Escritura é o nosso quinhão debaixo do Sol. Podemos viver a vida sem sermos mundanos, sem nos conformarmos com a mentalidade do sistema mundo. Vivemos no mundo, mas dele não somos. Nossa visão do mundo deve estar afinada com as orientações do Céu. Nossa pátria está em cima onde está assentado o Senhor Jesus à direita do Pai.

''Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas.'' 1 Coríntios 6:12

Deus seja louvado!

5 comentários:

  1. O mais incrível é que tem gente que pensa que
    tendo tudo nessa vida, vai conseguir ser feliz.
    Ledo engano. O diabo enche os olhos das pessoas de luxo
    apenas para não enxergar a realidade, tanto que a pessoa
    só vai para a igreja, quando perde a saúde, emprego, dignidade,
    mas, não se converte verdadeiramente. Deus não é
    gênio da lâmpada mágica e nem personagem fictício.
    Ele existe. A salvação é real, assim como o inferno.
    Tudo que plantamos, um dia vamos ter que colher:
    "E conhecereis a árvore pelos frutos."
    Quem está no mundo, não pensa no amanhã, não pensa no que está perdendo,
    e quando abri os olhos, ver que tudo o que passou, não valeu nada!
    paz do senhor irmão.

    ResponderExcluir
  2. Passei muito tempo no mundo, e não me orgulho de nada do que fiz e do que vi lá. Sofria com convulsões, tinha fortes dores na cabeça e sopro no coração. Só encontrei a minha cura e salvação, quando aceitei o Senhor Jesus na minha vida. Muitos não sabem que o caminho que eles estão levando é para a perdição eterna. Ganham o mundo e perdem a alma.

    ResponderExcluir
  3. Meu pai é um cabeça dura, só porque ele é velho e viveu muito
    ele não deixe falar de Jesus para ele. não aceita de jeito nenhum.
    ele sempre me ameaça falando que vai me bater ou me expulsar de casa.
    tenho até pena pra onde ele vai.

    ResponderExcluir
  4. E tem gente achando que só porque é "bonzinho", vai para o céu! Ah vá! Se tá no mundo, fazendo tudo o que o cão gosta, já é considerado inimigo de Deus. o inferno tá cheio de pessoas "boazinhas". esses pseudo-ateus são um bando de alienado! só o sangue de Jesus.

    ResponderExcluir
  5. ás vezes a culpa também é nossa que durante anos e anos, fizemos pregações mornas, e agora que é a hora de falar a verdade, a dura verdade, muitos fecham os olhos e tapam os ouvidos. Mostramos muito as rosas, e na hora de mostrar os espinhos, ninguém quer sentir a dor.

    ResponderExcluir

Você tem plena liberdade para comentar. Só siga algumas regras:

NÃO serão aceitos comentários que:

→ Forem desagradáveis ou conterem insultos e xingamentos;
→ Desviarem do assunto;
→ Contiverem LINKS, SPAM, endereços eletrônicos;
→ Usarem CAPS em excesso;
→ Conterem racismo, preconceito e intolerância religiosa.
→ Eu peço aos meus leitores que se inscrevam no blog, na opção "Participar deste site'', para que o avatar de vocês
apareça quando vocês fizerem seus comentários.
Não estou mendigando seguidores é só um pequeno aviso.