Breaking News
Loading...
segunda-feira, 24 de novembro de 2014


Temos como objetivo restituir a idéia e o chamado de santidade na mente de cada jovem e adolescente.
Santidade hoje em dia é algo considerado antigo, ultrapassado, descartável. Porque, esta, foi associada à ser cafona, brega, chato, não viver a vida, não poder desfrutar do que é "bom", e viver preso no "mundo do não", trazendo um sentimento sombrio, negativo e extremamente cansativo.

Em primeiro lugar, moda, estilos, gírias, linguagens podem sim ser ultrapassadas, porém, ser santo não é algo carnal e almático e sim totalmente espiritual: "Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente." I Coríntios 2:14, um chamado onde sua definição não é estabelecida a cada década e sim é respeitada, observada e vivida à luz
da palavra.

Em segundo lugar, os "inimigos" da santidade reposicionaram na mente humana a idéia de santidade como se fosse uma mulher velha, séria, de preferência de óculos, sem um único sorriso... Mas a santidade não está associada à aparência morta, até porque a palavra de Deus diz que o coração alegre formoseia o rosto. E se santidade é um chamado,
entendemos que quando o cumprimos em um propósito, tornamo-nos jovens satisfeitos e os mais felizes da face da terra.

Aparência sem um coração santo gera hipocrisia, assim como um coração renovado sem mudanças interiores gera um emocionalismo. Porém, santidade gera equilíbrio!
E em último lugar, santidade gera prazer, porque você sai do mundo do não (não pode isso, não pode aquilo) e entra no mundo do sim, sim de Deus, onde se gera: liberdade, plenitude, cura, libertação, salvação, alegria e uma pureza irresistível, "santidade à flor da pele". Esse é o padrão de ser feliz onde você se encaixa!
Deus quer reposicionar essa "velha idéia" em seu coração.

4 comentários:

  1. Eu queria tirar uma dúvida: há exatos um ano e seis meses, eu era regente do coral de jovens. Quando comecei a trabalhar, faltei alguns ensaios mas sempre deixava as musicas que eles precisavam ensaiar. Do nada, me tiraram do cargo. Fiquei super aborrecido. Eles sabem que eu trabalho. Não me deram satisfação e nem me telefonaram. Estou chateado. Não sei se quero voltar a igreja...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não deixe sua congregação por causa de cargo, minha esposa perdeu o cargo e nem se deixou abalar por isso.....

      Excluir
    2. Missionário da paz25 de novembro de 2014 20:50

      Anônimo não deixe sua congregação. Tente se resolver com seu pastor.
      Ao deixar sua igreja, possa ser que vc não goste de outras e acabe se desviando.

      Excluir
    3. Ok, vou tentar me consagrar,jejuar e ler a Biblia.
      Não quero sair da casa de Deus.
      Obrigado pelos conselhos Thomas Jefferson e Missionário da paz
      Atenciosamente Jeremias.

      Excluir

Você tem plena liberdade para comentar. Só siga algumas regras:

NÃO serão aceitos comentários que:

→ Forem desagradáveis ou conterem insultos e xingamentos;
→ Desviarem do assunto;
→ Contiverem LINKS, SPAM, endereços eletrônicos;
→ Usarem CAPS em excesso;
→ Conterem racismo, preconceito e intolerância religiosa.
→ Eu peço aos meus leitores que se inscrevam no blog, na opção "Participar deste site'', para que o avatar de vocês
apareça quando vocês fizerem seus comentários.
Não estou mendigando seguidores é só um pequeno aviso.