Breaking News
Loading...
sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

''Então ia ter com ele Jerusalém, e toda a Judéia, toda a província adjacente ao Jordão; e eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados. Mt 3:5-6.''

A palavra de Deus convida o homem ao arrependimento e ao batismo para remição dos pecados (At 2:38). Em Lc 3:3,10-14 o profeta João Batista pregava o batismo de arrependimento para remissão de pecados. A multidão, querendo ser batizada, perguntou a João Batista: O que faremos? Respondeu o profeta: Quem tiver roupas ou alimentos, reparta com quem não tem. Como hoje, o mais difícil é as pessoas dividirem seus bens com os mais pobres. Chegaram alguns publicanos (cobrador de imposto) também querendo ser batizados, e perguntaram: Mestre, o que devemos fazer? O profeta respondeu: Não peçais mais do que aquilo que vos é ordenado, o que quer dizer, não extorquir. Talvez este fosse o maior desafio para aqueles cobradores de impostos. Os soldados perguntaram: E nós, o que faremos? João batista respondeu: A ninguém trateis mal, nem defraudeis e contentai-vos com o vosso soldo. Em nossos dias existem policiais que maltratam, batem, machucam, e ainda cobram suborno. João disse aos soldados que se arrependessem de seus pecados, que contentassem com seus salários, e então fossem batizados.

O homem deve renunciar seus costumes e a arrogância, porque impedem o arrependimento e consequentemente o batismo. É preciso crer, se arrepender e ser batizado para remição de seu pecados.

Confessar os pecados, ou seja, se revelar ao mundo como servo de Deus através de seus atos, de sua fala, de suas vestimentas, guardando os mandamentos de Deus. O mundo deve nos ver como exemplo (Mt 5:14-16).


No rio de águas correntes, como o Rio Jordão. E esta foi a pergunta que Jesus fez aos moços que queriam lhe seguir: “Vocês podem ser batizados com o batismo que eu sou batizado?” (Mat. 20:21 e 22). De uma vez que Jesus foi batizado em águas correntes, assim também deve ser o nosso batismo para que possamos beber o cálice com Ele.



Os discípulos de Jesus faziam batismo na Judéia e João em Enom, um rio próximo a Salim, onde havia muitas águas. A doutrina do batismo em águas correntes ficou exclusivamente para os seguidores do Senhor Jesus, e jamais deve ser esquecida.


João Batista se sentiu pequeno diante de Jesus, mesmo sendo profeta enviado por Deus (Mat. 3:3). Com isso aprendemos que não devemos ser batizados por homem que não tem a doutrina do Senhor (I Cor. 15:29).



O texto diz ‘Jesus saiu da água’, ficando provado que Ele foi imerso, mergulhado. Isto torna evidente que Jesus nos deixou o exemplo. Quando o homem é sepultado nas águas, ao sair deve sair com novo propósito, uma nova criatura, como que nascida de novo.


Os ouvintes arrependidos perguntaram a Pedro o que eles deveriam fazer. Pedro respondeu: “Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo”(Atos 2:37 e 38). Quando Jesus fala: “Ide e batizai em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo” (Mat. 28:19) é porque o filho Jesus é mesmo que Deus Conosco. Isaias fala que Ele é Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade e Príncipe da Paz (Isaias 9:6). Logo, o batismo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo também o é em nome de Jesus, quando se refere ao filho. Pedro começou uma mensagem em Atos 10:28, onde entendemos que aquele povo a quem Pedro ensinava já conhecia a Deus como Pai, mas não conhecia Jesus como Filho de Deus. Ao tomarem conhecimento, logo aceitaram o batismo em nome de Jesus, e não somente em nome do Pai.


Se os mortos não saem da sepultura para batizar as pessoas, Paulo se referia a pessoas que são mortas na fé, sem lei e sem doutrina. E se essas pessoas não ressuscitam para a glória eterna, que recompensa terá quem é batizado por pessoas que não serão salvas, que não tem doutrina? A doutrina não se resume apenas em vestimentas decentes. A doutrina é um conjunto de princípios indiscutíveis, que servem com,o base para a igreja de Deus, e os dez mandamentos, sem dúvida, estão incluídos.

Jesus disse: Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará (João 8:32). Se o indivíduo não tiver esse princípio, não tem a vida em Cristo, e não tendo a vida em Cristo, logo está morto, ou seja, não está autorizado a batizar quem quer que seja. Primeiro o homem deve aprender o caminho do Senhor e investigar se o pastor defende e prega os dez mandamentos de Deus, se não se contamina com alimentos impuros e se é verdadeiro. Sendo assim, pode solicitar o batismo e servir a Deus.


Deus seja louvado!

Por: Marcos Rodrigues

7 comentários:

  1. Olá! Gostaria de saber se posso ceiar somente depois do batismo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SuSu ❀ (=^◡^=) ❀.¸¸.*♡6 de dezembro de 2014 02:13

      Olá amigo, é a primeira vez que visito esse blog e não pude deixar de notar sua pergunta:
      sim , para ceiar é necessário ser batizado. Pois o batismo é o novo nascimento. Vc não pode ceiar, se não tiver "morto" para o mundo.

      Excluir
    2. eita irmã, o problema é que eu já ceio! Ninguém me disse nada se era errado. sou novo na fé..

      Excluir
    3. SuSu ❀ (=^◡^=) ❀.¸¸.*♡6 de dezembro de 2014 02:18

      Mais ainda dá tempo de vc descer as águas. Peça ao seu pastor, na próxima vez que tiver
      batismo, para vc ser batizado. Assim, fica tudo certinho ^_^

      Excluir
    4. Tá ok. Foi bom conversar com vc e tirar essa dúvida cruel.
      Paz irmã e fica com Deus.

      Excluir
    5. Missionário da paz6 de dezembro de 2014 02:23

      A irmã está certa Henrique. Fale com seu pastor, e o comunique para que no próximo batismo seja vc. Assim, vc pode ceiar com a cabeça tranquila.

      Excluir
    6. SuSu ❀ (=^◡^=) ❀.¸¸.*♡6 de dezembro de 2014 02:25

      obg anjinho. paz

      Excluir

Você tem plena liberdade para comentar. Só siga algumas regras:

NÃO serão aceitos comentários que:

→ Forem desagradáveis ou conterem insultos e xingamentos;
→ Desviarem do assunto;
→ Contiverem LINKS, SPAM, endereços eletrônicos;
→ Usarem CAPS em excesso;
→ Conterem racismo, preconceito e intolerância religiosa.
→ Eu peço aos meus leitores que se inscrevam no blog, na opção "Participar deste site'', para que o avatar de vocês
apareça quando vocês fizerem seus comentários.
Não estou mendigando seguidores é só um pequeno aviso.