Breaking News
Loading...
sábado, 5 de abril de 2014



A Wikipedia define assim esta palavra: Vício (do latim "vitium", que significa "falha ou defeito") é um hábito repetitivo que degenera ou causa algum prejuízo ao viciado e aos que com ele convivem.

Seu oposto é a virtude. Então, agora sabemos o que é vício, não é mesmo? Vício é tudo aquilo que escraviza o homem e que o torna refém dos seus instintos. Pois, então, estamos afirmando que escravidão é oposto de liberdade. Vocês já perguntaram para um fumante porque ele não larga o vício de fumar? Normalmente, o fumante lhe responde: "Eu largo quando eu quiser. Não sou viciado. Não largo o cigarro porque ele me faz bem. Me dá prazer. Eu sou livre pra fazer o que eu quero"! Mentira, ele não é livre coisa nenhuma! Ele é escravo do cigarro que o induziu no início com a falsa promessa de um prazer rápido e fácil de obter. Do mesmo modo irá responder àquele que não pode abrir mão de um simples remédio antidepressivo, tão usual e tão fácil de comprar. Então, respondo: "Você não é livre coisa nenhuma, você é escravo!"


Já é comprovado que o vício não prejudica somente o viciado, mas também aqueles que com ele convivem. Por essa razão, além de se tornar escravo, o viciado também se torna um malefício para a sociedade em que vive. E então, qual é a vantagem? A única vantagem está do lado das empresas que nos vendem esses fragmentos de felicidade!
Concordamos que vivemos numa sociedade que nos ensina que a felicidade está ao alcance de nossa mão. Podemos consegui-la facilmente nas prateleiras dos supermercados -especialmente onde ficam as guloseimas- nas farmácias e drogarias, ou nas vitrines dos shoppings ou, pior ainda, nos circuitos do tráfico! Vocês já se perguntaram por que aumentou no mundo o índice de obesidade e do diabetes? Porque as pessoas procuram os doces e as farinhas para suprir a necessidade de usufruir o lado 'doce' da vida! O açúcar, tal como o chocolate, nos proporciona um prazer imediato, uma sensação de vigor e bem estar que erroneamente interpretamos como sendo a felicidade. Vocês já perceberam que até o sexo se tornou um vício? Nos tornamos escravos e dependentes, procurando algo que não alcançaremos nunca se continuarmos a procurá-la 'exteriormente', pois a 'felicidade' é um estado interior e não exterior.

A tentação vem camuflada pela mídia e pelas estratégias de marketing sob todas as formas e nem sempre conseguimos nos dar conta que caímos nas garras dos produtos destinados a nos causar dependência. Um exemplo, são pessoas que acumulam objetos tecnológicos em seus lares, apenas para satisfazer um desejo interno, sem a necessidade de tal material. Até o Facebook, quando mal usado, se torna uma perigosa arma viciante. Cuidado!

 Todos nós temos alguns, mais ou menos nocivos. Não escapamos facilmente deste condicionamento. Mas tenho certeza que podemos exercer a 'virtude' corrigindo os pequenos atos falhos que cometemos e que nos escravizam. Vamos identificar nossos vícios e nos livrar deles? O primeiro passo está no reconhecimento do vicio. O segundo passo será dado quando encontrarmos a força de vontade para nos livrar dele.

Quem, em sã consciência, deseja ser escravo, acorrentado para sempre à servidão? Mas é justamente isto que é a dependência, ou o vício: uma escravidão auto-imposta, vendendo-nos a uma vida de escravidão a um hábito ou substância. Embora imaginemos que dependência tem a ver com drogas ou álcool, existem outros vícios igualmente destrutivos. Podemos ser viciados em trabalho, mediocridade, ou um estilo de vida doentio. Todos nós somos viciados em alguma coisa, seja vícios "menores"ou seja perigosos, como álcool e drogas. Nosso principal vício é o pecado. Gostamos de fazer a coisa errada. Ironicamente, a única saída é depender de Deus e do seu Espírito. Continuamos dominados, mas o seu controle é para nosso próprio benefício e saúde, não a destruição. O poder transformador de Deus é a única coisa que pode nos libertar dos vícios.

O VÍCIO INCLUI MAIS QUE O ABUSO DE SUBSTÂNCIAS 
2 Pedro 2:19...prometendo-lhes liberdade, quando eles mesmo são escravos da corrupção, pois aquele que é vencido fica escravo do vencedor.

A chave do vício é o controle, ou seja, o que o controla. Porque você é escravo daquilo que o controla.

NOSSO MAIOR VÍCIO É O PECADO 
Romanos 6:19-20...Porque, quando éreis escravos do pecado, estáveis isentos em relação à justiça.
Todos pecaram e pecam! A única cura completa do pecado é a fé em Jesus Cristo.

MAS EU SOU ADORADOR DE DEUS. APENAS GOSTO DE OUTRAS COISAS TAMBÉM. ISTO ESTÁ ERRADO? 
Mateus 6:24...Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ouse devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas.

Você tem que avaliar quem, ou o que, é mais importante para você. Uma pista para o determinar é verificar o que ocupa a maior parte do seu tempo.

QUAL A MELHOR MANEIRA DE ME LIVRAR DOS MEUS VÍCIOS? 
Romanos 6:16...Não sabeis que daquele a quem vos ofereceis como servos para a obediência, desse mesmo a quem obedeceis sois servos, seja do pecado para a morte ou da obediência para a justiça?

A submissão é uma escolha. Estamos sempre numa encruzilhada, escolhendo entre o caminho do pecado ou o de Deus. Os caminhos não são nossos, mas a escolha é.

SE NÃO DEVEMOS NOS SUBMETER A NADA, PORQUE NOS SUBMETERMOS AO CONTROLE DO ESPÍRITO SANTO? 
Gálatas 5:22-23...Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei.
Romanos 8:5-9...Se a sua natureza pecaminosa controla sua mente, há morte. Mas se o Espírito Santo controla sua mente, há paz e vida.

Se nos livramos da escravidão do vicio -qualquer que ele seja- tanto melhor viveremos satisfeitos e plenamente felizes!

O controle de Deus é o único controle que resulta em coisas completamente positivas.

trechos retirado do site: http://adnossaigreja.blogspot.com.br/

Fique na paz do Senhor

0 comentários:

Postar um comentário

Você tem plena liberdade para comentar. Só siga algumas regras:

NÃO serão aceitos comentários que:

→ Forem desagradáveis ou conterem insultos e xingamentos;
→ Desviarem do assunto;
→ Contiverem LINKS, SPAM, endereços eletrônicos;
→ Usarem CAPS em excesso;
→ Conterem racismo, preconceito e intolerância religiosa.
→ Eu peço aos meus leitores que se inscrevam no blog, na opção "Participar deste site'', para que o avatar de vocês
apareça quando vocês fizerem seus comentários.
Não estou mendigando seguidores é só um pequeno aviso.