Breaking News
Loading...
domingo, 10 de julho de 2016

ALGUMAS AJUDAS PARA CRIAR FILHOS SAUDÁVEIS
1. Comunique!
Hoje em dia cada um tem a sua vida - uma vida corrida, atarefada... enfim, não há muito tempo para falar com filhos sobre o seu dia, tanto as dificuldades como também os momentos bons. Se quisermos ter um bom relacionamento com os nossos filhos, temos de arranjar tempo suficiente para falar com eles e para nos interessar por eles.

2. Encoraje!
Queremos tanto que os nossos filhos tenham sucesso nas suas vidas que é fácil criticá-los sempre que as suas notas não são tão altas como esperávamos, ou quando têm dificuldades na escola. A nossa atitude de crítica não os ajuda - antes é melhor mostrar o nosso amor e apoio, e comunicar-lhes que são filhos preciosos para nós, quer tenham sucesso ou não. Nem todos são estudiosos e intelectuais - Deus criou todos nós com capacidades diferentes e não devemos ficar desapontados se os nossos filhos não tiverem aptidão na escola.

3. Não minta!
Sempre que mentimos, estamos a dar um exemplo mau aos nossos filhos, e é claro que eles nos vão copiar e começar a mentir também. Que bom quando os filhos confiem em nós e sabem que a nossa palavra é verdadeira. Por isso, convém pensar duas vezes antes de mentir e desta forma:
"faz o que eu te digo e não o que faço" pode tornar-se  "faz o que eu te digo e o que faço"
 
4. Perdoe sempre que o seu filho estiver arrependido!
Se o seu filho fizer uma asneira e se estiver arrependido, nós como pais devemos sempre perdoá-lo e confirmar o nosso amor por ele.

5. Peça perdão!
Se você ou o seu cônjuge fizer uma coisa errada, ou se um de vocês estiver zangado sem razão, deve procurar um tempo oportuno para pedir perdão ao seu filho. Custa um pouco, mas vale a pena! Os filhos respeitam os pais que admitem as suas falhas e é bom que eles vejam que os pais não são perfeitos!

6. Tenha algumas regras!
As crianças sentem-se mais seguras com algumas regras, mas com certeza vão testar se as regras realmente funcionam e qual vai ser o castigo se não as cumprirem. Tenha cuidado para que as regras não sejam duras de mais senão o seu filho vai sentir ressentimento e vai rebelar-se. É melhor explicar a razão das regras existirem - que são para o melhor do filho e não para o impedir de ter divertimento.

Há um versículo na Bíblia que diz: "Pais, não irritem seus filhos, antes criem-nos segundo a instrução e o conselho do Senhor." (Efésios 6.4). Irritamos os nossos filhos com regras que não fazem sentido, ou quando somos hipócritas.
7. Tenha um castigo apropriado quando a regra é desobedecida!
Pense bem no castigo e comunique-o ao seu filho. O castigo deve ser suficientemente duro para que ele não volte a desobedecer a regra, mas não deve causar dano físico ou emocional. O castigo deve depender da idade do seu filho - por exemplo, podia dar uma palmada a uma criança pequena mas para um jovem isto já não é apropriado.

8. Não mime os seus filhos!
Não dê tudo que os seus filhos querem, nem todo o dinheiro que pedem. Antes é melhor que eles aprendam a esperar pelas coisas que querem, porque ao recebe-las vão nos valorizam mais.

9. Cuide da auto-estima do seu filho!
Todos nós somos sensíveis às palavras dos outros, e em particular as crianças. Se o seu filho tem uma baixa auto-estima por causa de sua aparência ou personalidade, nós como pais devemos fazer tudo para lhe comunicar palavras de aceitação e amor.

10. Não tenha favoritos!
Do passado até ao presente têm sucedido problemas terríveis por causa de rivalidades e ciúmes resultantes de situações em que pais têm amado um filho mais do que outro. Cuidado! Faça um esforço para amar todos os filhos igualmente e ser justo com cada um.
11. Sempre cumpra as suas promessas! Não prometa algo se não pretender faze-lo.
12. O mais importante é ensinar o seu filho a Palavra de Deus, orar com ele, e fala sobre Deus e aquilo que Ele tem feito por si quando puder.

Será que é possível ser um bom pai ou uma boa mãe?
Precisamos, na verdade, de conhecer o pai perfeito que nos ama muito mais do que imaginamos. O seu nome é Deus. Quando começarmos a conhece-lo, e deixarmos que Ele tome conta das nossas vidas, então Ele irá ensinar-nos como ser bons pais.


2 comentários:

Você tem plena liberdade para comentar. Só siga algumas regras:

NÃO serão aceitos comentários que:

→ Forem desagradáveis ou conterem insultos e xingamentos;
→ Desviarem do assunto;
→ Contiverem LINKS, SPAM, endereços eletrônicos;
→ Usarem CAPS em excesso;
→ Conterem racismo, preconceito e intolerância religiosa.
→ Eu peço aos meus leitores que se inscrevam no blog, na opção "Participar deste site'', para que o avatar de vocês
apareça quando vocês fizerem seus comentários.
Não estou mendigando seguidores é só um pequeno aviso.